Location, location, location. O El dorado dos negócios voltou ao ponto de partida por causa do talentopremium

Empresas fazem mira ao centro da cidade mesmo que tenham de optar por espaços mais pequenos. O alvo? Captar e reter talentos. Saiba quais são as melhores armas usadas nesta missão.

Vinte anos depois, a Ericsson decidiu trocar a Quinta da Fonte, em Oeiras, e rumar ao Parque das Nações, em Lisboa. Já a Alain Afflelou esteve dez anos em Algés, mas acabou por instalar-se no coração da capital portuguesa. Dois casos diferentes, mas um objetivo em comum: a busca pela centralidade e pela atratividade. O […]

Quer ler este artigo? Assine a revista Pessoas

Comentários ({{ total }})

Location, location, location. O El dorado dos negócios voltou ao ponto de partida por causa do talento

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião