Trigger, uma notificação para quando Trump tweeta

Os mercados agitam-se sempre que Donald Trump se mexe no Twitter. Mas agora há uma aplicação que avisa os investidores quando o novo presidente fala de uma empresa na rede social.

A Trigger é uma aplicação de alertas de mercado para iPhone. Dependendo de como for configurada, quando uma ação atinge um máximo ou um mínimo, o utilizador pode receber uma notificação no telemóvel. Isso permite aos investidores serem avisados quando o mercado se está a comportar de uma determinada forma, facilitando as tomadas de decisão.

No entanto, há agora um novo tipo de alerta: o Alerta Trump. Quando o presidente eleito dos Estados Unidos da América publicar um tweet a falar de uma cotada em específico, os utilizadores da Trigger já podem escolher serem avisados disso, avançou o site norte-americano Business Insider.

É conhecida a influência que Donald Trump tem na rede social dos 140 carateres. O magnata norte-americano usa o Twitter para emitir reações oficiais, para atacar adversários e para se defender de acusações. Fá-lo, parece, de fora descomprometida e sem olhar a consequências.

586d7b60ee14b617038b6917-524
Exemplo de um alerta: “Trump acabou de tweetar sobre a General Motors, da qual és acionista”Trigger, via Business Insider

No entanto, muitas das mensagens do novo presidente caem que nem bombas nos mercados. Principalmente as que mencionam empresas, como a Lockeed, a Boeing e, mais recentemente, a General Motors. Nos três casos, os tweets de Trump provocaram rombos significativos no preço dos títulos dessas empresas. Esta quinta-feira, o alvo foi a Toyota.

Assim, com os Alertas Trump, os investidores podem programar a Trigger de uma forma nova: emitir uma notificação sempre que Donald Trump tweetar sobre uma empresa da qual o utilizador seja acionista.

A Trigger pode ser descarregada aqui em dispositivos iOS (iPhone e iPad). Para mais informações, o melhor é consultar o site oficial. Sim, os mercados já sentem esta necessidade e Trump ainda nem sequer tomou posse.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Trigger, uma notificação para quando Trump tweeta

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião