Pharol tomba 7% com previsível redução acionista na Oi

Assim que o plano de recuperação da Oi estiver concluído, os atuais acionistas irão ver as suas participações reduzidas. É o caso da Pharol, que depois desta notícia já esteve a perder 7% em bolsa.

A Oi apresentou esta quarta-feira no novo plano de reestruturação, 18 meses depois de ter entrado num processo de recuperação judicial devido à elevada dívida. A proposta, que inclui a conversão de dívida em ações, não foi bem recebida pelos investidores, com a Pharol — uma das acionistas — a ver as suas ações a tombar 7%.

Como comunicado pelo novo presidente da Oi, Eurico Teles, o plano vai permitir uma conversão da dívida até 75% do capital da telecom brasileira. Isto quer dizer que, assim que o plano de recuperação da Oi estiver concluído, serão os credores a ficarem com o controlo da operadora, com os atuais acionistas a verem as suas participações reduzidas.

Na iminência da redução da participação da Pharol, que atualmente detém 27% da brasileira Oi, os títulos da portuguesa seguem a desvalorizar, tendo já atingido perdas de 7%.

Pharol cai 7% com a redução acionista da Oi

As ações da empresa já estiveram a perder 7,05% esta sessão, cotando nos 29 cêntimos, seguindo agora a cair 3,85% para os 30 cêntimos.

Para além desta operação, o novo plano da Oi prevê um aumento de capital de quatro mil milhões de reais, um montante abaixo do que estava estabelecido na versão anterior do plano. Esta foi a quinta alteração ao plano e tudo aponta para que seja finalmente aprovado, dado que foi negociado previamente com a maioria dos credores e inclui este aumento de capital.

Comentários ({{ total }})

Pharol tomba 7% com previsível redução acionista na Oi

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião