Petróleo renova máximos com impasse da OPEP+. Brent está acima dos 77 dólares

  • ECO
  • 6 Julho 2021

Os preços do petróleo aceleram perante bloqueio entre os membros da OPEP+ sobre as quotas de produção. O brent sobe quase 1% e o crude ganha mais de 2% nos mercados internacionais.

A OPEP+ continua sem chegar a um acordo sobre o aumento da produção para o resto do ano e para 2022. Com este impasse as principais bolsas europeias abriram esta terça-feira negociar no “vermelho” e os preços do petróleo a disparar para novos máximos.

O crude, negociado em Nova Iorque, está a avançar 2,37%, com o barril nos 76,94 dólares, regressando a preços que não eram praticados desde novembro de 2014, enquanto o Brent, que serve de referência a Portugal, está a valorizar com ganhos de 0,8% com o barril a chegar aos 77,78 dólares, um máximo desde pelo menos o início de 2018.

Cerca das 9h00 em Lisboa, o Stoxx 600 recuava 0,25% para 457,23 pontos, enquanto as bolsas de Londres, Paris e Frankfurt recuavam 0,15%, 0,39% e 0,69%, bem como as de Madrid e Milão, que se desvalorizavam 0,36% e 0,50%.

Os ministros da OPEP+, que reúne os membros da OPEP e ainda a Rússia e outros países produtores, abandonaram as conversações esta terça-feira sobre uma subida da produção para fazer face ao aumento da procura, e não fixaram nova data para as retomar, após os desentendimentos na semana passada, quando os Emirados Árabes Unidos rejeitaram uma proposta separada para a extensão em oito meses das restrições da produção.

A ING Economics disse à Reuters que o fracasso da OPEP+ em chegar a um acordo pode proporcionar um breve aumento dos preços do petróleo, mas por outro lado “pode também assinalar o início do fim de uma acordo mais amplo, e assim o risco de os membros começarem a aumentar a produção”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Petróleo renova máximos com impasse da OPEP+. Brent está acima dos 77 dólares

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião