Banco de Inglaterra sobe taxas de juro em 50 pontos base

Banco de Inglaterra voltou a subir esta quinta-feira as taxas de juro em 50 pontos base, num esforço para conter a escalada da inflação, "deverá continuar acima dos 10% nos próximos meses".

O Banco de Inglaterra voltou a subir as taxas de juro em 50 pontos base, colocando em 2,25%, de acordo com o comunicado divulgado esta quinta-feira pela instituição liderada por Andrew Bailey. O banco central avisa que a inflação “deverá continuar acima dos 10% nos próximos meses”, mas representa uma revisão em baixa face ao estimado na anterior reunião.

No encontro de política monetária que se realizou na quarta-feira, “cinco membros votaram para aumentar a taxa de juro em 0,50 pontos percentuais”, ao passo que outros três membros defenderam um aumento de 0,75 pontos percentuais para 2,5%. Apenas um membro considerava necessário um aumento de apenas 0,25 pontos percentuais, para 2%.

A decisão é justificada tendo em vista conter a escalada da inflação, que apesar de ter abrandado ligeiramente de 10,1% em julho, para 9,9% em agosto, “deverá continuar acima dos 10% nos próximos meses, antes de começar a recuar”, dado que se prevê que os preços da energia continuem a subir.

Nesse sentido, o Banco de Inglaterra garante que está comprometido em atingir o objetivo de 2% da taxa de inflação “de forma sustentável” e a “médio prazo”, referindo que “tomará as medidas necessárias” para atingir esta meta e sublinha que “a escala, o ritmo e o momento” de mudanças nas taxas de juro serão decididos com base nas perspetivas económicas e nas pressões inflacionistas.

“Caso as perspetivas sugiram pressões inflacionistas mais persistentes, inclusivamente para uma procura mais forte, o comité responderá com força, conforme necessário“, lê-se na nota de imprensa. O Banco de Inglaterra destaca ainda que “a economia tem sido sujeita a uma sucessão de choques muito grande”.

Além da subida das taxas de juro, a instituição liderada por Andrew Bailey decidiu reduzir a carteira de dívida pública em 80 mil milhões de libras nos próximos 12 meses para 758 mil milhões.

Recorde-se que na quarta-feira, o comité de política monetária da Reserva Federal dos Estados Unidos (Fed) anunciou o aumento das taxas de juro em 75 pontos base, pela terceira vez consecutiva.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Banco de Inglaterra sobe taxas de juro em 50 pontos base

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião