Pharol avança com interesse mexicano na Oi

Lisboa acompanhou sentimento positivo nas bolsas europeias, com os títulos da Pharol em grande destaque com a notícia de que a mexicana América Movil está interessada na compra da brasileira Oi.

O PSI-20, o principal índice português, fechou a ganhar 0,25% para 4.549,93 pontos, num dia positivo para as restantes praças europeias devido à abertura do Banco do Japão para avançar com novos estímulos à economia e inflação.

Em Wall Street, as bolsas norte-americanas seguiam em terreno positivo com os investidores à espera das decisões de política monetária da Reserva Federal norte-americana.

Por cá, das 12 cotadas que encerraram o dia com sinal mais, destaque para Pharol, cujos títulos avançaram mais de 4% para 0,25 euros, impulsionados pela notícia de que América Móvil está interessada em comprar ativos ou mesmo a totalidade da Oi, empresa da qual a empresa portuguesa detém 22% do capital.

Já a negociação das ações do BPI esteve suspensa durante toda a sessão, no dia em que a assembleia geral de acionistas aprovou finalmente a desblindagem dos estatutos que vai conduzir à concretização da Oferta Pública de Aquisição (OPA) do CaixaBank. A CMVM já levantou essa suspensão, pelo que o título volta amanhã à negociação em Lisboa com o preço de 1,091 euros com que fechou na sessão de terça-feira, ligeiramente abaixo dos 1,113 euros oferecidos pelo grupo espanhol.

“Assim que a suspensão de negociação das ações for levantada pela CMVM, é expectável que o respetivo preço se aproxime do valor oferecido pelos espanhóis“, referiu Pedro Ricardo Santos, gestor de ativos da XTB Portugal.

"Assim que a suspensão de negociação das ações for levantada pela CMVM, é expectável que o respetivo preço se aproxime do valor oferecido pelos espanhóis.”

Pedro Ricardo Santos, gestor de ativos da XTB Portugal.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Pharol avança com interesse mexicano na Oi

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião