Já não vai haver carro autónomo da Apple

A Apple já não ambiciona produzir um carro sem condutor. A empresa terá repensado a ideia e, para já, vai apenas desenvolver software para os veículos, avançou a agência Bloomberg.

Esqueça o carro sem condutor da Apple — pelo menos para já. Se as fontes da Bloomberg estiverem certas, e costumam estar, a empresa já não ambiciona produzir o automóvel elétrico e autónomo, uma ideia conhecida internamente por Project Titan.

A empresa deverá focar-se agora em desenvolver apenas software, mais propriamente um sistema que lhe dê a flexibilidade de, por um lado, estabelecer parcerias com empresas que já estejam a produzir o carro e, por outro, poder desenhar o seu próprio veículo no futuro.

A Bloomberg cita “fontes familiarizadas com o projeto”, que referem que este reposicionamento da marca levou a centenas de despedimentos nos últimos meses. A equipa responsável pelo Project Titan teria cerca de mil trabalhadores: uns deixaram a empresa por vontade própria, outros terão sido despedidos e muitos terão ingressado outros departamentos na companhia norte-americana.

Alegadamente, a nova equipa do projeto terá de mostrar o que vale até ao final de 2017, altura em que os executivos da Apple deverão decidir o futuro da ideia.

Recorde-se que o Project Titan terá começado em 2014. Na base desta reestruturação estarão vários meses de instabilidade, com falta de consenso no que toca à estratégia a seguir, problemas com fornecedores, entre outros. Apesar das inúmeras notícias e fugas de informação, a marca nunca reconheceu oficialmente estar a trabalhar nesta ideia.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Já não vai haver carro autónomo da Apple

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião