EDP vende 574 milhões de euros do défice tarifário em Portugal

  • Lusa
  • 27 Março 2017

A EDP anunciou esta segunda-feira que vendeu 574 milhões de euros do défice tarifário em Portugal: 250 milhões de euros relativos a 2015 e 324 milhões de euros relativos a este ano.

Sede da EDP, em Lisboa.Alberto Teixeira/ECO

A EDP anunciou hoje que vendeu 574 milhões de euros do défice tarifário em Portugal, dos quais 250 milhões de euros relativos a 2015 e 324 milhões de euros correspondentes a 2017.

“A EDP Serviço Universal, comercializador de último recurso do sistema elétrico português, detido a 100% pelo grupo EDP, acordou a venda, sem recurso, através de seis operações individuais, de 250 milhões de euros do défice tarifário de 2015 e de 324 milhões de euros do défice tarifário de 2017, relativo a sobrecustos com a produção em regime especial”, adianta a elétrica em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

O défice tarifário de 2015 “resultou do diferimento por cinco anos da recuperação do sobrecusto de 2015 com a aquisição de energia aos produtores em regime especial (incluindo os ajustamentos de 2013 e 2014)”, refere a EDP.

Já o défice tarifário de 2017 ficou a dever-se “ao diferimento por cinco anos da recuperação do sobrecusto de 2017 com a aquisição de energia aos produtores em regime especial (incluindo os ajustamentos de 2015 e 2016)”, concluiu.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

EDP vende 574 milhões de euros do défice tarifário em Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião