Galp aumenta produção e vendas no primeiro trimestre

A petrolífera aumentou a produção de petróleo para 76,9 mil barris por dia no primeiro trimestre deste ano.

A Galp aumentou a produção de petróleo e as vendas de energia de gás e eletricidade no primeiro trimestre. Em contrapartida, na área de refinação e distribuição, a petrolífera registou quedas neste período, de acordo com os resultados operacionais preliminares divulgados, esta terça-feira, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Segundo os dados preliminares divulgados esta manhã, a Galp produziu um total de 76,9 mil barris por dia, um aumento de 45,5% face ao primeiro trimestre do ano passado e de 1,7% face ao último trimestre de 2016. No Brasil, a produção disparou 73,1% em termos homólogos e 4,6% em cadeia. A impedir melhores resultados da petrolífera esteve o mercado angolano, onde a produção caiu 12,9% face ao primeiro trimestre de 2016, aumentando apenas 0,8% em cadeia.

A área de refinação e distribuição teve um pior desempenho, com as vendas de produtos refinados a caírem 5% face ao final do ano passado. Já a distribuição de matérias-primas processadas recuaram 9,4% neste período.

Por fim, na área de gás e eletricidade, as vendas totais aumentaram em 7,8%.

A Galp apresenta os resultados definitivos do primeiro trimestre no dia 2 de maio, antes da abertura dos mercados.

(Notícia atualizada às 7h36 com mais informações)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Galp aumenta produção e vendas no primeiro trimestre

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião