Haitong tem novo CEO e presidente da administração

  • ECO
  • 30 Outubro 2017

Os escolhidos, Wu Min para CEO e Lin Yong para presidente do conselho de administração, detinham já altos cargos dentro do banco.

Wu Min foi o nome escolhido pelo Haitong e aprovado esta segunda-feira pelo Banco de Portugal para exercer as funções de CEO e vogal do Conselho de Administração do banco Haitong. O atual vogal do conselho de administração, Lin Yong, torna-se agora presidente do conselho de administração.

Os nomeados transitam para as novas funções a partir desta segunda-feira, informa o banco em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários. O mandato termina em 2019.

Hiroki Miyazato deixa desta forma os cargos de presidente do conselho de administração e presidente da comissão executiva que acumulou até à data. O seu mandato já tinha terminado em 2016, assim como o do CFO Mo Yiu Poon e dos administradores Alan Fernandes, Christian Minzolini e Paulo Martins.

Este banco de investimento, o antigo BESI, já tinha entregue a lista dos candidatos ao regulador no final do mês de setembro. O Banco de Portugal encarregou-se de avaliar a adequação e idoneidade de cada um às funções propostas, antes de dar a presente luz verde.

Um plano de restruturação do banco começou a ser implementado a março deste ano, após a saída de José Maria Ricciardi da presidência executiva. Foi substituído na altura por Miyazato, ditando a acumulação de funções que, como referido, se manteve até agora.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Haitong tem novo CEO e presidente da administração

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião