PS, PSD e CDS-PP rejeitam fim das propinas

  • Lusa e ECO
  • 15 Fevereiro 2019

O Partido Socialista eliminou a hipótese de aprovar qualquer iniciativa que tenha como objetivo a eliminação total das propinas.

O PS rejeitou esta sexta-feira qualquer iniciativa para acabar com as propinas, à semelhança do PSD e do CDS-PP, durante o debate parlamentar que está a decorrer sobre o ensino superior.

“Não vamos aprovar nenhuma das iniciativas que visam encetar a eliminação total das propinas”, anunciou o deputado socialista Porfírio Silva, ao intervir no debate, marcado pelo Bloco de Esquerda.

Para além do projeto-lei que propõe o fim das propinas nas licenciaturas e nos mestrados integrados, os bloquistas também defendem que os estudantes que tenham dívidas com instituições de ensino por pagamento de propinas em atraso, tenham direito a um “período de carência de pagamento dessas dívidas”.

O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, tinha-se mostrado favorável ao fim das propinas, bem como Marcelo Rebelo de Sousa. “A extinção das propinas, a concretizar-se, a ser possível concretizar-se, é um passo decisivo”, disse o Presidente da República, em janeiro.

Comentários ({{ total }})

PS, PSD e CDS-PP rejeitam fim das propinas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião