Verbund desiste da compra das barragens da EDP

  • ECO
  • 29 Novembro 2019

A empresa austríaca Verbund não deverá avançar com uma proposta vinculativa para a compra das quatro barragens da EDP no Douro.

Os austríacos da Verbund já não estão interessados em comprar os ativos hidroelétricos da EDP EDP 0,24% . Depois de ter confirmado em setembro que estava a analisar as barragens que a EDP pôs à venda no mercado, a empresa terá pesado os riscos e as oportunidades da operação, acabando por decidir não avançar com uma proposta.

A notícia foi avançada pela Reuters, que recorda que a equipa da EDP liderada por António Mexia já tinha uma lista de cinco empresas interessas na aquisição destes ativos e que terão enviado propostas não vinculativas à elétrica nacional. Nessa lista estaria a Verbund, mas também a Iberdrola, a Engie e a norueguesa Stratkraft, tal como revelou o ECO Insider.

Este é um processo que está a ser conduzido pelos bancos Morgan Stanley e UBS. Outras empresas que estiveram de olho nos ativos da EDP foram a Enel, a Macquarie e a Brookfield, mas não é certo que estas entrem na corrida às barragens, situadas no Douro.

Como revelou o ECO Insider, António Mexia pretende encaixar mais de seis mil milhões de euros com a venda de ativos não estratégicos para o grupo. No caso concreto das barragens, estarão avaliadas em cerca de dois mil milhões.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Verbund desiste da compra das barragens da EDP

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião