Paul Singer já não é acionista qualificado da EDP. Controla agora 1,91%

Paul Singer, o famoso investidor que controla o hedge fund Elliot Management, vendeu parte das ações que detinha na EDP, controlando agora menos de 2% da elétrica nacional.

Paul Elliot Singer, o homem que travou a OPA dos chineses sobre a EDP EDP 0,80% , já não é acionista qualificado da elétrica nacional. O líder do hedge fund Elliot Management vendeu parte dos 2,45% que detinha da elétrica nacional, controlando agora 1,91% da empresa. A posição é inferior aos 2% necessários para conferirem a Paul Singer o estatuto de acionista qualificado.

Esta informação foi remitida à CMVM pela EDP, num comunicado, e pode representar um virar de página para o grupo liderado por António Mexia. O percurso de Paul Singer nos mercados de capitais é amplamente conhecido em Wall Street, marcado por apostas lucrativas em empresas em dificuldades, o que lhe conferiu os títulos de “fundo abutre” e “investidor ativista”.

No caso da EDP, Paul Singer entrou de rompante na EDP com a compra de 2,3% da empresa em 2018, uma posição avaliada na altura em 260 milhões de euros e que foi revelada aos mercados em outubro desse ano. Mas só passados alguns meses é que o hedge fund revelou ao que vinha.

Recorrendo ao seu método habitual, Paul Singer remeteu uma carta ao Conselho Geral e de Supervisão da EDP, mostrando-se contra a OPA (oferta pública de aquisição) da China Three Gorges que, então, estava em curso. Além disso, pressionou também a administração a vender a EDP Brasil.

Algum tempo depois, a atuação do fundo liderado por Paul Singer revelar-se-ia determinante para o insucesso da oferta chinesa sobre a EDP. Promovendo uma votação ao fim da blindagem dos estatutos da elétrica portuguesa, o sufrágio em assembleia-geral levou a que mais de 56% dos acionistas, representantes de 65,18% do capital da EDP, chumbassem essa alteração, levando a China Three Gorges a desistir da OPA.

Apesar da venda, Paul Singer ainda detém quase 70 milhões de ações da EDP, uma posição na elétrica que está avaliada em 284,9 milhões de euros. O cálculo tem por base o preço de 4,08 euros por ação a que as ações da EDP estão a cotar esta terça-feira.

Evolução das ações da EDP na bolsa de Lisboa

(Notícia atualizada pela última vez às 21h27)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Paul Singer já não é acionista qualificado da EDP. Controla agora 1,91%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião