Lisboa e Vale do Tejo com Rt em 1,2 mas “incidência baixa”

Situação de Lisboa está a ser analisada. Secretário de Estado adiantou que o auto agendamento da vacinação para pessoas com 50 anos chegará "muito em breve".

O índice de transmissibilidade (Rt) do vírus em Lisboa e Vale do Tejo situa-se à volta de 1,2, com a região a aproximar-se de uma situação de risco. Ainda assim, a incidência do vírus nesta zona “continua a ser baixa”, pelo que se está a apostar na testagem, assegura o secretário de Estado da Saúde, Diogo Serras Lopes.

O secretário de Estado aponta que “os dados estão a ser analisados, haverá Conselho de Ministros esta semana” que vai avaliar a situação na capital e “fará as alterações que tenha que fazer”, em declarações transmitidas pela RTP3. Atualmente está a ser feita uma campanha de testagem “com aplicação de testes setorialmente como em contextos familiares e de bairros onde a Covid surja mais”, acrescenta.

Diogo Serras Lopes sublinha que “não há métrica para os testes necessários, será feito o número necessário para analisar todas as suspeitas de casos” que surjam na capital. Quanto aos próximos passos, aponta também que “cautelas adicionais são sempre necessárias”.

De recordar que Luís Marques Mendes adiantou que o concelho de Lisboa deverá ficar em situação de alerta esta semana, no seu habitual comentário semanal na SIC.

Questionado sobre a possibilidade de ter uma vacinação mais direcionada em Lisboa, o secretário de Estado salienta que a “vacinação está a decorrer a ritmo bastante elevado”, sendo que a “população que tem mais prevalência de doença grave já está com grau de proteção bastante elevado”, pelo que o que faz sentido é a vacinação em “escada” por idades que está a ser feita.

Quanto ao arranque do auto agendamento das vacinas para as pessoas a partir dos 50 anos, Serras Lopes garante que “será muito em breve”, admitindo que é possível que ocorra ainda esta semana. “É uma questão de dias”, assegura o secretário de Estado da Saúde. Atualmente, é possível agendar a vacinação para pessoas com mais de 55 anos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lisboa e Vale do Tejo com Rt em 1,2 mas “incidência baixa”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião