Lisboa avança pela quinta sessão à boleia de Macron

Vitória de Macron em França não aumentou apetite dos investidores pelo risco. Bolsas europeias sem grandes oscilações, embora Lisboa siga em alta reforçando posição em pleno terreno bull market.

Depois da vitória de Macron nas eleições presidenciais francesas, a primeira reação das bolsas europeias foi tímida. O apetite dos investidores pelo risco não é muito apesar do triunfo ter colocado a extrema direita de fora do Eliseu. Ainda assim, a praça portuguesa mantém-se em alta pela quinta sessão seguida, reforçando o seu posicionamento em terreno bull market.

O PSI-20, o principal índice português, avança 0,51% para 5.277,66 pontos, mantendo-se em zona de ganhos há uma semana. São 15 as cotadas que abriram em alta, com destaque para a Galp (+0,43%), BCP (+1,57%) e Nos (+1,95%), naqueles que são os melhores desempenhos em Lisboa.

No lado negativo, a EDP cai 0,55% para 3,24 euros, depois da multa da Autoridade da Concorrência de 38,3 milhões de euros aplica à elétrica e à Sonae por práticas anti-concorrenciais. Os títulos da cotada liderada por António Mexia seguiam ainda pressionados após a Macquarie ter baixado a recomendação do título de “outperform” para “neutral, mantendo o preço-alvo nos 3,10 euros. Já a retalhista ganha 0,41%.

EDP cede após multa

A decisão tem impacto “neutro na EDP e na Sonae”, dizem os analistas do Haitong, que consideram que, embora admita que é negativa para o sentimento, a multa da AdC não tem impacto material. “No caso da EDP, a multa proposta representa 0,2% da sua capitalização bolsista, enquanto no caso da Sonae o peso é de 0,5%. Além disso, ambas as empresas manifestaram muita confiança em relação à contestação da decisão da AdC nos tribunais”, referiu ainda o banco de investimento.

Lá por fora, o CAC-40 e Paris cede 0,37%. Em sentido contrário, o IBEX-35 de Madrid e o FTSE-Mib de Milão avançam 0,35% e 0,49%.

Os analistas explicam esta abertura sem grande entusiasmo com o facto de os investidores já terem antecipado na última semana uma vitória de Macron.

“Os mercados europeus negociavam em trajetória ascendente, depois de ontem se terem realizado as eleições presidenciais em França, cujo desfecho foi aquele que os mercados já antecipavam: uma vitória de Emmanuel Macron com 66,06% dos votos”, comentam o BPI no seu Diário de Bolsa.

(Notícia atualizada às 8h20)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lisboa avança pela quinta sessão à boleia de Macron

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião