Mário Centeno: “CGD é um dos brilharetes desta legislatura”

O ministro das Finanças descarta novos problemas na banca. Num entrevista nas redes sociais do PS, Centeno destacou o sucesso da recapitalização da CGD, bem como o seu contributo para a economia.

Uma nova crise na banca? Não. Mário Centeno garante que o sistema financeiro está estabilizado, apresentando rácios de capital adequados. Para isso contribuiu a recapitalização do banco estatal, a Caixa Geral de Depósitos (CGD), uma operação que na perspetiva do ministro das Finanças é já um sucesso. É mais um dos “brilharetes” deste Governo.

Numa entrevista para as páginas das redes sociais do Partido Socialista, Centeno respondeu a questões dos utilizadores, sendo que uma dessas teve a ver com a solidez da banca. O governante diz que não vê “razões para que aconteça” algo de mal ao sistema financeiro português. “Temos os bancos mais capitalizados do que tínhamos, com rácios de rentabilidade e crédito malparado melhores”, disse.

“Os nossos bancos já instituições que estão no patamar europeu de robustez”, salientou o ministro, salientando que para isso foi essencial a operação de recapitalização do banco estatal.

Centeno notou a importância da banca na estabilidade financeira do país. E rematou que a “grande vitória foi partilhada entre a capitalização da CGD e o facto de termos cumprido o saldo orçamental”. Juntamente com o crescimento de 2017, revisto em alta pelo INE para 3,5%, a “CGD é um dos brilharetes desta legislatura”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Mário Centeno: “CGD é um dos brilharetes desta legislatura”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião