Compra da Sierra impulsiona lucros da Sonae em 50%

A Sonae atingiu lucros de 200 milhões de euros nos primeiros nove meses do ano. Sobre a não ida para a bolsa, a Sonae reafirma que "se fica a dever a condições de mercado particularmente adversas".

A Sonae registou lucros de 200 milhões de euros nos primeiros nove meses do ano, um crescimento de 50% face a igual período do ano anterior, revela a empresa em comunicado, enviado esta quarta-feira, à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

A impulsionar os lucros da Sonae esteve, para além do aumento das vendas e da rentabilidade, a aquisição de 20% da Sonae Sierra, por 255,9 milhões de euros. Esta aquisição teve reflexos nos resultados indiretos que atingiram os 114 milhões de euros, tendo associado um ganho de capital de 46 milhões de euros.

Enquanto o EBITDA ascendeu a 270 milhões de euros, nos primeiros nove meses do ano, um aumento de 1,7% face ao período homólogo, o volume de negócios da Sonae cresceu 7% para os 4.236 milhões de euros. A empresa, que a partir de abril será liderada por Cláudia Azevedo que assim sucede à dupla Paulo Azevedo e Ângelo Paupério, diz que este crescimento é impulsionado por todos os negócios do grupo, destacando-se mais uma vez a Sonae MC, detentora da marca Continente.

Ângelo Paupério, co-CEO da Sonae, adianta em comunicado que “no terceiro trimestre a Sonae MC continua a merecer destaque, quer pelo forte crescimento do volume de negócios quer pela estabilização da rentabilidade a níveis de referência”.

Paupério assegura ainda que foi concluída a “reorganização de participações e restruturação do novo perímetro [da Sonae MC], assegurando os objetivos de autonomia e agilidade definidos e permitindo que passe a operar com um modelo de governo totalmente alinhado com as melhores práticas de empresas cotadas”.

Porém, prossegue o co-CEO da Sonae “infelizmente, já em outubro, a Sonae optou por decidir retirar a sua intenção de admitir à negociação as ações da Sonae MC, que se ficou a dever a condições de mercado particularmente adversas”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Compra da Sierra impulsiona lucros da Sonae em 50%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião