Mota-Engil fecha contrato de 1.820 milhões de dólares na Nigéria

Subsidiária africana da construtora portuguesa vai desenvolver uma infraestrutura ferroviária na República Federal da Nigéria e na República do Níger ao abrigo de um contrato multimilionário.

A Mota-Engil assinou com o Ministério dos Transportes da Nigéria um contrato para a construção de uma infraestrutura ferroviária na República Federal Nigéria e na República do Níger, no valor de 1.820 milhões de dólares (cerca de 1.488 milhões de euros).

A informação foi avançada pela própria construtora num comunicado enviado à CMVM. De acordo com a Mota-Engil, trata-se do “maior contrato de sempre do grupo”.

“O contrato “incluirá o projeto, o procurement, a construção, bem como o financiamento (EPC-F) da linha férrea”, num total de 378 quilómetros. A construção efetiva da infraestrutura terá a duração de 32 meses, estima a empresa.

Segundo a mesma nota, “durante os próximos meses, a Mota-Engil irá, conjuntamente com o Governo da Nigéria e as entidades financiadoras, trabalhar na conclusão” do estudo de impacte social e ambiental, nas “necessárias expropriações, na mobilização inicial e na elaboração do projeto, com vista à sua conclusão e à aprovação final do financiamento por parte do Governo da Nigéria”.

“Tratando-se do maior contrato de sempre do grupo, este tem vindo a exigir ao longo dos últimos três anos uma preparação e organização ímpares conducentes à mitigação dos riscos, à maximização da rentabilidade, à redução dos prazos de execução e à minimização do impacto nas comunidades locais e do seu custo para a República da Nigéria”, conclui a informação enviada aos mercados.

(Notícia atualizada pela última vez às 18h36)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Mota-Engil fecha contrato de 1.820 milhões de dólares na Nigéria

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião