Uber já tem licença para operar em Portugal

Instituto da Mobilidade e dos Transportes concedeu à empresa a mesma licença que a Chauffeur Privée, Taxify e Cabify já tinham.

A Uber já tem licença para operar em Portugal. A empresa já recebeu o mesmo aval do Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) que já tinha sido recebido pelas outras operadoras de plataformas eletrónicas Chauffeur Privée, Taxify e Cabify, revelou aquele instituto.

A ‘lei Uber‘ — que estabelece o regime jurídico aplicável à atividade de transporte individual e remunerado de passageiros em veículos descaracterizados a partir de plataforma eletrónica (TVDE) — entrou em vigor a 1 de novembro e deu às operadores até dia 1 de janeiro para pedirem o licenciamento no IMT.

As três restantes empresas já o tinham recebido e o processo ficou agora fechado para todas as operadoras em Portugal. Dados do IMT enviados ao ECO indicam que há 1.573 pedidos aceites de parceiros (empresas donas dos veículos em circulação) autorizados, tal como 327 motoristas.

A nova lei prevê também ainda que os motoristas sejam obrigados a formação específica em locais legalmente habilitadas para ministrar cursos de formação TVDE, incluindo entidades exploradoras de escolas de condução e outras entidades certificadas pelo IMT. Até agora foram comunicados ao instituto 211 cursos ou ações de formação rodoviária para emissão de certificado de motorista.

(Notícia atualizada às 20h)

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Uber já tem licença para operar em Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião