BCP ganha quase 2% e anima bolsa de Lisboa

A bolsa de Lisboa entrou na sessão a perder valor, mas está agora a valorizar perante a subida de quase 2% das ações do BCP.

As bolsas europeias estão mistas, com alguns dos índices em terreno positivo e outros a apresentarem quedas ligeiras. Os investidores estão à espera de novidades sobre os estímulos orçamentais nos EUA e eventuais alívios das restrições por causa da Covid-19, à medida que a situação pandémica apresenta melhorias em alguns países. No entanto, as novas variantes do coronavírus continuam a ser motivo de preocupação.

O índice de referência Stoxx 600 cai 0,2%. O espanhol IBEX-35 recua 0,3%, o francês CAC-40 cai 0,1% e o alemão DAX cede 0,5%. Em sentido inverso, o britânico FTSE 100 ganha 0,1%, depois de o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, ter-se mostrado esperançoso em relação a um alívio das medidas de confinamento nas próximas semanas, à medida que o plano de vacinação prossegue a todo o gás.

Na praça portuguesa, o PSI-20 entrou na sessão a cair 0,08%, mas recuperou e avança agora 0,15%, para 4.837,35 pontos. A praça é amparada pelo BCP e pela Galp Energia. As duas companhias ganham, respetivamente, 1,05% (para 12,54 cêntimos) e 0,57% (para 9,516 euros por cada título). A maior valorização é a da Novabase: a tecnológica soma 1,93%, para 3,69 euros.

Evolução das ações da EDP Renováveis na bolsa de Lisboa

A impedir maiores ganhos em Lisboa, destaque para as ações da família EDP. A casa-mãe desliza 0,42%, para 4,936 euros cada título. A EDP Renováveis já esteve a perder 0,98%, mas está agora inalterada face à sessão anterior, mantendo-se a cotar em 20,35 euros.

A empresa perdeu mais de 12% do seu valor na semana passada e continua a acumular uma desvalorização superior a 1% no conjunto das sessões da semana corrente. As perdas foram precipitadas pela recomendação de “vender” do banco de investimento UBS, que considerou que os títulos da companhia estavam “caros”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

BCP ganha quase 2% e anima bolsa de Lisboa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião