Europa anda “devagarinho” na inteligência artificial

O Velho Continente faz jus ao nome: está dez anos atrasado na área da inteligência artificial, avisa a especialista portuguesa Daniela Braga. Episódio #19 do Boletim Digital.

O Velho Continente está dez anos atrasado na inteligência artificial, diz a especialista portuguesa Daniela Braga, fundadora da DefinedCrowd. A Europa anda “devagarinho”, estuda muito e desenvolve pouco. Mas a empreendedora vê agora uma certa “vontade política”.

O Boletim Digital é uma produção semanal do ECO, pela voz do jornalista Flávio Nunes. Siga-o no Spotify, no Google Podcasts, no Apple Podcasts ou onde quer que oiça os seus podcasts.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Europa anda “devagarinho” na inteligência artificial

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião